<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d14023698\x26blogName\x3dWellenbereich+Muzik+Manifesto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/\x26vt\x3d5382164840900965426', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, março 14, 2006

Funker Vogt mit neuer Always And Forever V.2





Die Funker Vogt sind zurück mit neuer arbeit - "Always And Forever V.2". Este é o segundo volume da série de colecção da banda. Junta 29 pistas desde o "Tragic Hero" (com remixes de Covenant e Apoptygma Berzerk) e "Gunman", juntos com o EUA-exclusivo maxi "Code 7477".

A juntar as estas faixas estão 9 exclusivas, raras e unreleased, versões cover ("Paranoid") e remixes ("Fortunes of War"), juntamente com o material original remasterizado. "Always And Forever V.2" vem também num digipak duplo :)

Tracklist

CD 1

1)Tragic Hero (Haat Klaap Mix)
2)Tragic Hero (Apoptygma Berzerk Remix)
3)Tragic Hero (Blind Vision Remix)
4) Spread Your Legs!
5) Tragic Hero (Covenant Remix)
6) The International Killer (Less Vox Remix)
7) The Voices Of The Dead (Evil's Toy Remix)
8) Spread Your Legs! (F... Mix)

Unreleased and rare Tracks:
9) Pure War - Vol.1 (1997)
10) Drip fed Fred (1998)
11) Live Execution (1998)
12) Under Deck - Vol.1 (1999)
13) The Journey - Vol.1 (1999)
14) Harvester of Sorrow (2001)
15) Paranoid - Live-Edit

CD 2

1) Gunman (Classic)
2) F-117
3) Gunman (Crossed)
4) Gunman (Female)
5) Nuclear Winter (Frost Bitten)
6) Funker Vogt (Completed)
7) Funker Vogt 2nd Unit (Krolled)
8) Black Hole (re/worked)
9) Funker Vogt (March On!)
10) Funker Vogt 2nd Unit (Transmitted)
11) Black Hole (Blind)
12) Taxi zum Mars

Unreleased Tracks:
13) Maschine Zeit - V-Mix
14) Nor rest for the Wicked - Soft Version
15) Fortunes of War - AF2-Mix

4 Comments:

At 18:21, Blogger Luis Baptista said...

Funger Vogt, uma das minhas bandas preferidas, sigo-os desde o inicío, são brilhante com um estilo muito próprio e sempres o fantasma da guerra presente, o porquê e para quê!Brilhantes Banda nota 10.No teu questionário se não fossem os Covenant, seriam eles os eleitos.

   
At 15:29, Blogger Wellen said...

:: luis baptista

tenho de dizer que tive bastante resistência a adaptar-me e a gostar do som dos funker vogt. um som cru e áspero, com líricas temáticas. na altura que os descobri, tinha descoberto também bandas mais melódicas, como VNV Nation e APB. mas Funker Vogt é mais um daqueles exemplos de que primeiro estranha-se, depois entranha-se (já dizia o poeta). continuo a ouvir o que eles fazem, mas confesso que já estou um pouco cansado do som deles. é sempre o mesmo...

...get connected... join the death match... this place is called the subspace...

   
At 10:55, Blogger Luis Baptista said...

:: Wellen
Concordo que o som pareça muito parecido de album para album, mas mantém um nivel de qualidade muito bo, não decresce e esse é um problema de muitas bandas actuais, não se conseguem manter num nível homogeneo regular, caso flagrante de APB, numa fse descendente já algum tempo, ou mesmo Icon of Coil, só para citar 2 exemplos.

   
At 11:21, Blogger Wellen said...

:: luis baptista
sim, tens razão... mas também como podem eles (Funker Vogt) falhar se utilizam sempre a mesma fórmula ganhadora? O som soa sempre ao mesmo! Aquilo muda os samples e tal, mas na essência vai dar ao mesmo sítio. Eu, que gosto bastante da banda, nem sequer ouvi muito o novo álbum! Quando vi que era igual aos outros, caiu no esquecimento! E era o novo álbum! Algo se passa então! Estaria eu com expectactivas elevadas? Talvez!
Quanto a APB e a IoC, ao menos estes tentaram inovar. Com alguns tiros no escuro, é certo, mas ao menos mexeram-se!

   

Enviar um comentário

<< Home