<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d14023698\x26blogName\x3dWellenbereich+Muzik+Manifesto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/\x26vt\x3d5382164840900965426', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, junho 26, 2007

Incêndio no Swing

De acordo com o Primeiro de Janeiro, o local de romaria dos cibergóticos (Sinergy Nights e Underworld) e dos amantes dos 80's (Queridos Anos 80) sofreu um incêndio e vai ficar fechado para reparações durante umas semanas. A primeira consequência foi o adiamento da Sinergy Night do próximo Sábado, a qual eu contava publicitar em breve. Esperemos que as reparações sejam rápidas...

"Curto circuito causa incêndio no Swing

Um curto-circuito na discoteca Swing, à Boavista, levou ontem os Sapadores do Porto deslocarem ao local quatro viaturas de combate a incêndio e 14 homens da corporação.

A causa, segundo fonte dos Sapadores ouvido pelo JANEIRO, terá sido “uma sobrecarga eléctrica na mesa do disc jockey (Dj)”, que provocou um incêndio na instalação eléctrica e “derreteu todo o material técnico”, como os “gira-discos e material de armazenamento dos cd’s”.

O alerta chegou aos Sapadores do Porto às 14h48, através “das empregadas que ainda se encontravam na discoteca” a proceder à limpeza depois de uma noite - de São João - que só havia terminado “ao meio dia”. No local estiveram também os proprietários do local de diversão que, segundo apurou o comando portuense, terão dito que “a zona danificada é a mais cara de toda a discoteca”. Mas os bombeiros depararam-se com um problema ainda maior no combate ao incêndio: “O fumo espesso que se encontrava no local dificultou em muito o trabalho dos homens (da corporação), já que foi-lhes difícil perceberem onde estava o foco do incêndio”. As instalações da discoteca Swing ficam localizadas numa cave de um edifício administrativo, sem janelas e só com saídas de emergência que, “depois de abertas, permitiu que o fumo se dissipasse” e o incêndio pudesse ser devidamente combatido.

Apesar do fumo intenso, não houve feridos a registar. As instalações, essas, ficaram enegrecidas com o fumo do incêndio e todo o material do tecto - como projectores e a bola de espelhos - caíram ao chão. Os prejuízos totais não foram ainda quantificados pela administração."

28 Comments:

At 21:20, Anonymous Anónimo said...

Esperemos que não, e esperemos que e se voltar a reabrir, que façam "controlo de qualidade" quer nas festas, quer em relação ás pessoas...

Que façam voltar a grande casa que em tempos idos o Swing foi, sem exageros...pois diga-se, é a "casa" mais antiga do Porto... merece cara lavada das vergonhas que tem passado nos ultimos 7 anos. Só merece mesmo pena por causa das festas dos anos 80, porque o resto, Sinergy e afins, bem que podia arder lá com as racks e mesas de mistura.


Passem bem.

   
At 01:13, Anonymous ajv said...

É triste quando alguém faz este tipo de comentários, sem razão nenhuma, e ainda por cima sem vergonha na cara para se identificar.

   
At 01:35, Anonymous Anónimo said...

Só digo que ainda bem que não estava ninguém de couro ou vestido de vinil por perto... senão era o fim da macacada! Ahahah! Concordo com o primeiro comentário, o Swing precisa de uma revolução e cara lavada, acho que já chega de "más frequências" e maus frequentadores e de maus episódios quer dentro e fora do clube... o Swing não merecia isto mas merece sem dúvida uma reestruturação quer a nível de programação, quer a nível "físico". As noites saudosistas dos anos 80 foram uma excelente ideia e penso que esse sim é um bom rumo programático a tomar, ao contrário das noites chamadas de "alternativas", em que o Porto já por si só é uma cidade multifacetada, não precisa de recantos escondidos onde proliferam adolescentes com crises existenciais e dinheiro a mais no bolso, pois essas noites tornaram-se aborrecidas e entediantes, para não falar de pouco rentáveis, pois esses mesmos adolescentes começam a crescer e a poisar noutros sitios bem mais airosos e de frequência agradável. É altura de mudança, mudam-se os sítios, mudam-se as cabeças e vontades, para a frente é o caminho e não para trás...


Abraços e sou anónimo porque vivo numa democracia...

   
At 02:58, Anonymous ajv said...

Bem, se não há por aí uma crise existencial, então não sei que mal te tocou... =)

   
At 09:25, Blogger Wellen said...

Eu sempre me abstive de julgar comentários que fazem ao/no meu blog, pois pretendo manter este blog o mais aberto possível a todo o tipo de opiniões, zelando para que também não existam atropelos pessoais de qualquer espécie. Já dizia a minha avó: as opiniões são como o %&$"$#, dá quem as quiser.

Agora permitam-me dizer que aprecio que se identifiquem quando comentam, uma vez que a identificação dá individualidade aos comentários, mais ainda quando se fazem comentários ou críticas construtivas e se expressa uma opinião bem vincada.

O Swing é como tudo, tem coisas boas e tem coisas más. O que é bom para fulano para sicrano é horrível. São gostos e tem de haver espaços para tudo. Eu posso dizer que o D'n'B ou Acid/Trance e afins no Swing ou Hard Club é um desperdício de espaço e dinheiro, mas há quem goste e tem de haver espaços a explorar esse mercado. É tudo uma questão de negócio.

Mas eu só vim ver a bola...

   
At 23:34, Anonymous Ivo Teixeira said...

:: caríssimo anónimo

estou quase com vontade para te contratar, pois os teus critérios de "controlo de qualidade", tem razão de ser, pena é que também te refiras à Synergy, pois são as mesmas pessoas que fazem as festas QA8O, pelo menos quanto à selecção musical é controlada pela SoundFactory, bem mas tu deves perceber muito mais de trabalhar na noite portuence do que qualquer um de nós, por isso não deves estar interessado, além disso pagamos mal!

Quanto aos gostos musicais, estou de acordo com o Wellen, mas olha eu também já engoli muitos sapos, para ti é mais fácil não pões la os pés e eu agradeço-te, e segue o teu caminho em frente!

ah! nos cruzamentos, não te esqueças, levanta as "palas", porque os carros vêm da direita e da esquerda! também curti pôr as aspas, agora!

ah! mais uma, já me esquecia, és anónimo, porque és ...
oh, disparate, sei lá "envergonhado"!

e como vivemos em democracia...
para pena minha...
eu escrevi isto! Cumprimentos!

   
At 14:25, Blogger André Faria said...

Uma coisa é certa. Sempre que fui ao Porto, foi no Swing e nas Sinergy Nights que me diverti mais. Tenho pena de não ter ido ainda a nenhuma festa QA80. Consta que são mesmo brutais. Em breve lá irei e farei questão de cumprimentar pessoalmente o Ivo, Toni e o Tarzan Boy por todo o excelente trabalho que que têm feito na criação de alternativas realmente interessantes para quem sabe apreciar boa música...

   
At 11:52, Anonymous Anónimo said...

SWING, burn motherfucker burn...

   
At 14:43, Anonymous Anónimo said...

Acho k t entendo.

n´ten condições d segurança, o espaço é miserável e a música ou é p transformers deprimidos k n tem 1 unico sentido na vida ou p gajos do mesmo bairro & friends k pararam no tempo, só trocaram apenas de namorada uns com os outros e pk achar k os 80s foram ricos em música já é mau... agora promove-los é de uma ignorancia absoluta.
o swing já era e vcs tb.

   
At 20:25, Anonymous Ivo Teixeira said...

lol
dass! que seca que vocês anónimos são. até mantêm conversas da treta...
ou será inveja? ah ah ah|

   
At 23:42, Blogger Wellen said...

fora de polémicas... deve então andar muita gente equivocada. é que sempre que já festa dos 80s, aquilo arrebenta pelas costuras! serão todos zombies? não acredito. acho que é apenas pessoal convicto nas suas preferências. digo eu...

   
At 14:34, Anonymous Anónimo said...

pô caras quem é esse cara aí do ivo, o robin wood lá do bairro, vc para moralista é chato pra caramba ou já foi vítima disso aí de trocas... já foi né

   
At 20:09, Anonymous Anónimo said...

Inveja de quê? Ou será que o teu único propósito na vida é fazer o que fazes? Porque defendes assim tanto, se meramente fizemos uma critica construtiva? Já olhaste bem á tua volta? Já observaste bem, com olhos de ver? Vocês por acaso conheceram o Swing nos tempos áureos? Já viste bem a tristeza de festas que fizeste? Tiveram épocas boas, e agora? Que cambada de gatos pingados... Quem está metido num cruzamento são vocês...

   
At 20:46, Anonymous Ivo Teixeira said...

já me tinha esquecido de vocês...

quando crescerem e deixarem de serem anónimos, eu mando-vos o meu curriculum, porque passar música é um mero hobby e ocupa 5% da minha actual vida profissional...

se eu conheci o swing nos tempos áureos??? que raio de pergunta é essa? eu trabalhei lá em 89/92, não sei a período é que te referes, pq além de ter trabalhado já era cliente, por isso deves me estar a confundir com um puto qq!

e tiveste piada com a "critica construtiva" a que digo de "bota a baixo",
mas eu não percebo nada disto...

ou melhor tu é que não sabes o que dizes, mas errar é humano, e como vivemos em democracia, a tua opinião vale o que vale, isto é, nada.

   
At 20:22, Anonymous Anónimo said...

Porreiro para ti, fixe para mim... bota abaixo? Julgo que não, se assim foi, erro de interpretação. Se és assim tão maduro como proferes, age como tal, um simples :"Meu, é a tua opinião, mas aceito-a perfeitamente, não quer dizer que esteja correcta, mas vamos trabalhar para melhorar" não te ficava mal e sim aí provavas ás dezenas de pessoas e digo dezenas, porque como cliente, tenho o direito de opinar, que estão insatisfeitas com o rumo da SoundFactory, e atenção, merecem o total louvor em relação ás QA80. Quem não percebe nada disto sou eu, sou um mero cliente... entre outros tantos... se houvesse livro de reclamações, era uma coisa, agora simplesmente ser castrado logo porque "Oh meu Deus, este gajo está a criticar-me e eu não aceito..." Meu, não te preocupes, tudo o que foi dito não era para ferir a tua identidade e quiçá masculinidade, simplesmente era um "Pá gosto das festas dos anos 80, as outras já mereciam uma renovação ou outro rumo"... Aceita como quiseres, a cabeça é tua.


Ass: Cliente que paga e maior de idade há já largos anos infelizmente (assim está melhor?!

   
At 18:39, Anonymous Ivo Teixeira said...

está a melhorar...
só falta mesmo deixares de ser anónimo, (basicamente é o que me irrita) para isto se cômpor e ir-mos beber uns canecos...

ah, para o novo rumo, vem mesmo a calhar, no mesmo dia 28 de Julho, Sábado, vamos estar em dois sitios ao mesmo tempo, (Synergy - versão local) Deviant Nights em Coimbra, no ViaLatina, e QA80 no Porto, no Club Mau Mau.

   
At 14:29, Anonymous Anónimo said...

... é compôr não cômpor.

Mau, mau mais um lugar de referência, meu.

Mas é o sitio indicado para a vossa malta de
mau gosto.

Estão mesmo desesperaddos.

   
At 23:03, Anonymous Ivo Teixeira said...

óptimo, sei que estamos no bom caminho.

   
At 14:04, Anonymous Anónimo said...

Óptimo para ti meu...
Que gajo mais arrogante e convencido.
És o melhor... do teu bairro.

   
At 15:04, Blogger Wellen said...

:: jovens, olhem o tom... pretendo manter o meu blog fiel ao seu princípio: aberto a todos e a todas as opiniões, mas sem passar o risco da baixaria... não queria fechar os comentários a anónimos...

   
At 14:18, Anonymous Anónimo said...

Liberdade de expressão minha...

é o direito de se manifestar opiniões livremente.
A liberdade de expressão é um conceito considerado freqüentemente integral nas democracias liberais modernas para eliminar a censura. O discurso livre é também apoiado pela Declaração Internacional dos Direitos Humanos, especificamente sob o artigo 19 da declaração universal dos direitos humanos e o artigo 10 da convenção européia de direitos humanos, embora esse direito não seja exercido em vários países.
O direito à liberdade da expressão para a maioria não é considerado ilimitado; os governos podem proibir determinados tipos prejudiciais de expressões. Sob a lei internacional, as limitações no discurso livre estão restritas à um rigoroso teste de três critérios: ser baseados na lei, perseguir um objetivo reconhecido como legítimo, e ser necessário (isto é, ter um propósito) para a realização desse objetivo.
Dentre os objetivos considerados legítimos está a proteção dos direitos e da reputação de outros (proteção contra a difamação, calúnia ou injúria), e a proteção da ordem, da segurança nacional e do público, da saúde e da moral. As opiniões variam extensamente entre povos, nações e culturas diferentes a respeito de quando a limitação do discurso livre se encontra com estes critérios.
Mau uso da Liberdade de Expressão na TV
A liberdade de comunicação e expressão é muito útil e para o nosso bem, da mesma forma que comer, adoçar, temperar, trabalhar, descansar, etc, são igualmente úteis e importantes na vida de qualquer pessoa. No entanto, não podemos esquecer que: se exagerarmos em qualquer uma dessas coisas, elas tornam-se prejudiciais e danosas.
Infelizmente, a maioria das emissoras de televisão vem confundindo a liberdade de expressar pensamentos e opiniões com a libertinagem pagã de expressar imoralidades e palavrões em qualquer tempo e em qualquer lugar. Os países desenvolvidos praticam a liberdade de expressar qualquer pensamento e opinião, mas respeitam os limites éticos, morais e familiares, que nós também deveríamos respeitar.
De fato, liberdade de expressão é benéfica a qualquer sociedade porque permite a participação de todos através do direito de apontar erros, reclamar, sugerir ou criticar. No entanto, a partir dos anos 90, uma liberdade de expressão, muito além da boa medida, tem produzido efeitos colaterais bastante nocivos. A ausência de uma fiscalização governamental vem propiciando comportamentos cada vez mais irresponsáveis por parte das empresas de comunicação.
Observe que a televisão brasileira, visando altos ganhos financeiros, vem vulgarizando e estimulando o prazer inconseqüente, a irreverência, o sensualismo, a imoralidade, a mentira, a infidelidade conjugal, a nudez e o desrespeito. Desrespeito ao corpo, ao próximo, à família e à boa formação da infância e da juventude. Estes fatos vêm acontecendo porque o mercado de informação, notícias e entretenimento, é o único mercado que não possui órgãos públicos para fiscalizar suas atividades.
O maior problema, conseqüente da ausência de um órgão para fiscalizar e disciplinar os veículos de comunicação, está no fato de que os atuais excessos induzem os adolescentes ao uso de drogas, à depravação sexual, a “heróicas” violências, a roubos e assaltos e inúmeras outras irracionalidades como temos visto na maioria dos noticiários. São muitas desgraças, que vão de bárbaros homicídios, como o caso do índio de Brasília em 1997, a inúmeros estupros em família estimulados ou induzidos pelas cenas eróticas da TV.
Infelizmente, a Televisão brasileira tem estimulado comportamentos que levam às graves enfermidades sexuais, a traições conjugais e desilusões que muitas vezes levam alguém para a morte. Talvez, o pior de tudo, seja o fato de adolescentes estarem gerando filhos bastardos, desprezados e até lançados nas lixeiras públicas. Esta realidade tem assustado significativamente a família brasileira. A maioria ainda não compreende ao certo a causa de tantas aberrações e tragédias, mas já anda desconfiada do exagero da liberdade de expressão principalmente na TV. (Um exagero que, inclusive, vem gerando grandes equívocos no campo dos valores humanos e sociais).

Veja que a dança e a nudez, por exemplo, atualmente muito estimulada pela TV, nunca foram sinais ou evidências de desenvolvimento. Na verdade, é totalmente ao contrário. Basta olharmos para algumas civilizações passadas e para os países e povos mais subdesenvolvidos do mundo atual, e vamos constatar que o excesso de dança e a nudez são indicadores de subdesenvolvimento. Isso não quer dizer, entretanto, que a falta de dança e o excesso de vestimentas indique o contrário. O desenvolvimento e o progresso estão sempre ligados ao bom senso e à moderação, nunca ao pouco nem ao excesso.
Alheia a esta realidade, a mídia brasileira vem faturando alto com a exploração da irreverência e do sensualismo, sem se dar conta deste grande mal que está semeando na nossa sociedade. A irreverência e a sensualidade são duas sementes muito “bonitinhas”, porém, de conseqüências extremamente malignas ao longo do tempo. Estas duas sementes, depois de germinadas, resultam em violências e desgraças que contribuem para consolidar um estado de pobreza e de miséria. Os povos desenvolvidos cultivam a reverência e a decência porque já conhecem os maus resultados da irreverência e da sensualidade.
Portanto, se continuarmos fazendo “vista grossa” às depravações que estão em crescimento na nossa cultura, e concordarmos estaticamente com a proliferação da dança imoral, do desrespeito generalizado, da nudez na TV e nos veículos de comunicação em geral, estaremos concordando, na verdade, com a proliferação e o aumento do subdesenvolvimento e de todas as suas amargas conseqüências familiares e sociais.

   
At 14:24, Anonymous Anónimo said...

ou meu, já n sei... lembras-me a gaja da DREN que suspendeu o prof por criticar o PM...

   
At 15:31, Blogger Wellen said...

então olá anónimo... esse teu último comentário foi dirigido a?

   
At 14:22, Anonymous Anónimo said...

.. a quem se sentir atingido, meu.
pelos vistos és um deles.

   
At 14:28, Blogger Wellen said...

pronto, leva lá os patins... mas leva de uma vez!

já foi tempo em que visitavas o WMM e deixavas as tuas opiniões construtivas e interessantes... foste degenerando e degenerando, com a obcessão de expressares a tua opinião acima da dos outros... mas olha, se quiseres podes deixar de introduzir http://wellenbereich.blogspot.com/ na barra de endereços do teu browser que não me importo...

   
At 14:30, Blogger Wellen said...

e só mais uma coisa: este blog é meu, portanto sou eu quem é responsável por tudo o que nele é colocado e como tal, também posso fazer dele o que quiser... era só para lembrar...

   
At 19:38, Anonymous Anónimo said...

Que mimalhos, meu...

Vou ao Mau Mau, assistir a mais uma festa cheia de tristes.

Hasta la vista... baby.

   
At 16:52, Blogger André Faria said...

Ganda Clotilde!!!!!!

   

Enviar um comentário

<< Home