<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d14023698\x26blogName\x3dWellenbereich+Muzik+Manifesto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://wellenbereich.blogspot.com/\x26vt\x3d5382164840900965426', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, outubro 19, 2006

THE SISTERS OF MERCY - A couple of rare tracks...


1. Bury me Deep
2. Dance on the Glass
3. Knocking on Heavens Door
4. Red Skies Disappear
5. Sandstorm
6. Wide Receiver
7. We're the Same Susanne

.oO{download}Oo.

6 Comments:

At 22:23, Blogger André Faria said...

Depois de ter enfiado o barrete e ter ido ver este ano os Sisters ao Coliseu, não volto a dar um tusto ao Andrew e à sua pandilha.

O concerto foi horripilante, o Andrew é de uma arrogância que mete inveja ao Mourinho, a pouca voz que tinha foi-se, entre outros defeitos menores... Para esquecer...

   
At 23:10, Blogger Wellen said...

:: andré faria
pois, isso já não é novidade nenhuma... não sei como é que os SOM ainda têm gente nos concertos... para olha que parece que está para sair (!!) material novo, ou seja, uma música nova...

ps.: será que ainda ng disse ao Eldritch que devia de arrumar as botas góticas?

   
At 23:43, Anonymous ajv said...

Mas quem disse que o gajo existe mesmo? Diz-se por aí que eel já bateu a bota há muitos anos, e que aquilo que se vê não passa de um duplo, inserido numa máquina que continua a fazer dinheiro até que já ninguém se interesse mais... Que outra razão encontras para explicar década e mais sem músicas originais, mas com tanto concerto constantemente?... :p

   
At 23:50, Anonymous ajv said...

*década e meia... whatever...

   
At 15:06, Anonymous Anónimo said...

Bem, essa da morte e do duplo arrumou-me mesmo ahahhahaha... O que as pessoas querem? O goth morreu! Graças a Deus! Vivam com isso! Estar amarrado a uma epoca e genero isso sim, seria uma morte cerebral!


Tenho dito.


Jorge Barbosa

   
At 13:15, Blogger Luis Baptista said...

Bem, realmente não nutro pensamentos tão negativistas sobre a personagem, como vocês, até lhe acho algum carisma, o concerto de Lisboa, realmente não foi muito bom, mas viu-se e ouviu-se...Bem quanto ao Goth morreu, a observação é infantil, o Goth, não se trata de movimento ou algo análogo, mas sim de um conceito ou mesmo ideal e isso está muito longe de estar morto,não se trata de estar ligado a uma época, mas e eu acompanho as boas correntes actuais e reparo que muita coisa que hoje se faz a nível de originais, fica a uma distância muito grande do que era feito nos anos 80, penso que basicamente e doa a quem doer, é tudo uma questão não só de cultura, mas tbém de educação e vivência.Luis Baqptista.

   

Enviar um comentário

<< Home